O que é Consagração?

Posted: 18th novembro 2010 by webeditor in Palavras

     A palavra consagração significa separação. Ser consagrado a Deus é ser separado exclusivamente para Deus. É um processo aonde vamos nos desligando de tudo que não pertence ao Senhor, e vamos nos envolvendo com tudo que provém dos céus. Caminhamos nos distanciando do mundo e dos seus ensinamentos e nos voltamos à verdade da Palavra. Passamos a viver o que Deus diz a nosso respeito e não o que o mundo diz. Esta separação indica que à partir deste momento, você não serve para mais nada, somente para ser utilizado no altar do Senhor. Uma vida exclusiva para Deus, que de maneira alguma pode voltar a se misturar com o que não é santo.

     Portanto, consagração é, ao mesmo tempo, se separar do mundo e se envolver com Jesus. Como diz o texto de Romanos acima, nosso corpo deve ser apresentado com um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.

     SACRIFÍCIO VIVO: fala da nova vida que só pode vir por meio de Jesus! Somente quem nasceu de novo pode se apresentar como sacrifício vivo.

     SACRIFÍCIO SANTO: é uma oferta com base na santidade de Deus. Você não pode querer se dedicar a Deus se tem vivido uma prática de pecado ou vivido na mistura e contaminação das coisas desse mundo. Deus só recebe o que é santo. Oferta manchada não serve porque nosso Senhor é Santo!

    SACRIFÍCIO AGRADÁVEL: é aquele que tem como base a vontade de Deus e não nossa própria vontade! Isso significa que a satisfação daquilo que queremos não é consagração. A disposição de buscar a vontade de Deus e decidir viver segundo o que Ele quer é um sacrifício agradável!

     Portanto, a salvação é somente o início da vida cristã, sendo que continuamos a viver neste mesmo mundo. A salvação não nos tira do mundo. A nova vida em Cristo poderá se tornar então uma vida de conflitos entre o mundo em que estamos inseridos, e o novo homem segundo o Espírito de Deus. O mundo continuará tentando influenciar nossos pensamentos e nossas atitudes, por isso é fundamental vivermos uma vida de consagração a Deus.

     Consagrar significa também “encher” ou “ser cheio”, ou ainda “com abundância”. Isto nos diz que quanto mais nos aproximamos de Deus, o Espírito Santo vai nos enchendo Dele mesmo. A vida que está Nele começa a jorrar dentro de nós, como um vaso que, à medida que se enche, se torna transbordante, se torna pleno e completo, assim como Jesus é. É um processo de santificação que nos levará a sermos confirmados Nele.

     A separação da sua vida para Deus te levará ao próximo passo que está descrito em Nm 8.6, a purificação: “Toma os levitas do meio dos filhos de Israel e purifica-os”. Agora que já conhecemos Jesus, tivemos um encontro pessoal com Ele e somos a moradia do Espírito Santo, precisamos passar pela purificação, que quer dizer descontaminação. Purificar é se tornar puro ou se tornar limpo. É um processo de limpeza que deve acontecer fisicamente, moralmente (caráter) e espiritualmente. Infelizmente trazemos muito “lixo” do mundo e do cotidiano em que vivemos. Toda essa sujeira de anos de contaminação fica impregnada de tal forma em nós, que precisamos recorrer à ajuda do Espírito Santo para fazer essa faxina.

     Porém, o processo de descontaminação depende muito mais de um posicionamento pessoal do que de Deus. A purificação passa por uma decisão de rejeitar todas obras da carne (Gl. 5:19-21). É a decisão de tomar sua cruz todos os dias descrita em Mt.16:24: “Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me”. Esta é a única maneira de seguir Jesus. Não existe Evangelho sem cruz. Nunca poderemos ser considerados verdadeiros cristãos ou discípulos de Jesus sem as marcas da cruz em nossas vidas. Tomar a cruz é trazer sobre nós a condição necessária para sermos purificados.

     Ainda podemos entender a consagração como o ato de estar “enchendo suas mãos com sacrifício”. Dessa forma, esteja com suas mãos cheias de tudo aquilo que você é, das suas vontades, de tudo que você pensa, deseja, sonha. Que a sua vida seja um sacrifício vivo e agradável ao Senhor. Permita-se ser transformado e torne-se um exemplo para as nações.

 Andréa F. Monferrari e Marcelo Almeida